Pular para o conteúdo principal

FORT&MANLÉ RESENHAS DA CASA

Forty Thieves Eau de Parfum by Fort & Manle I Quarenta Ladrões I


































أنا 















Do crepúsculo até o amanhecer, uma vasta terra deserta,
caravanas de camelo pela areia dourada.
Entre os beduínos recuariam,
rodeados de chá, especiarias e iguarias para comer.
Uma brisa morna leva a fumaça do incenso,
Risos ao redor da shisha enquanto eles brincam.
Ao cair da noite, eles retornam ao seu cobiçado tesouro,
escondido em uma caverna, é uma visão de prazer.
“Open Sesame”, entre, por favor,
na história mística dos Quarenta Ladrões.




O mais recente em impressionante fragrância idiossincrática de Fort & Manle, Forty Thieves é uma fragrância doce, exuberante e de dar água na boca que tece como um conto como a lenda original do próprio Ali Baba. Explosões vívidas de suculenta bergamota e pimenta rosa evocam o oásis rodopiante da lendária caverna oculta, enquanto um coração floral ricamente resinoso sugere os tesouros incontáveis ​​que se escondem. Uma base robustamente balsâmica possui calor sensorial, combinando o conforto da baunilha com os mistérios profundos do oud, resultando no equilíbrio único de uma excelente usabilidade e originalidade que parece distinguir todos os perfumes Fort & Manle. Correndo o risco de exagerar o tema, Quarenta Ladrões é inegavelmente vale o seu peso em ouro.

















Forty Thieves Fort & Manle

Já comentei que se tem uma casa que é original , e que segue seu próprio caminho e com quase nenhuma redundância o nome dela é Fort & Manle.
Tem seu dna próprio.
Esta fazendo grande barulho no globo e não é por menos.Seu Hype é justificável.
Obrigado Rasei.


Agora em seu novo lançamento Forty Thieves nos conta a história mística de 40 ladrões.
Terras desertas caravanas de camelos,Beduínos e a lenda de Ali BaBa.
A leitura abre na minha pele:cítrica com bergamotas apimentadas com leves toque verdes.
Essa explosão inicial fresca dura segundos,logo já entra a parte balsâmica e bem resinosa com nuances bem profundas e doces,incenso amalgamados com rosa e resina,levam a coisa toda para um tom exótico ao meu nariz.
Na secagem cai quase em território gourmand,o mel se destaca ,mas as madeiras e resinas gritam mais forte,e assinam a fragrância na casa dos orientais.
Um perfume quente que adicionado com a baunilha e com nuances de Oud, se demonstra misterioso e opulento como as fragrâncias árabes. Resultando no equilíbrio único de uma excelente usabilidade e originalidade que parece distinguir todos os perfumes Fort & Manle como relatei no início.
Certamente um perfume que você deve tentar ,se gosta de orientais.

9.5/10

أنا لا أتكلم العربيةأنا لا أتكلم العربية أنا لا أتكلم العربية أنا لا أتكلم العربية أنا لا أتكلم العربية 





ENGLISH VERSION  

Forty Thieves  Eau de Parfum by Fort & Manle 




Forty Thieves Fort & Manle

I have already commented that if you have a house that is original, and that it goes its own way and with almost no redundancy its name is Fort & Manle.
You have your own dna.
It's making great noise on the globe and it's not for less. Your Hype is justifiable.
Thank you Rasei.


Now in his new release Forty Thieves tells us the mystical story of 40 thieves.
Desert lands camel caravans, Bedouins and the legend of Ali BaBa.
The reading opens on my skin: citrus with spicy bergamot with slight green touch.
This fresh initial explosion lasts for a few seconds, then the balsamic and resinous part comes in with very deep and sweet nuances, incense amalgamated with rose and resin, take the whole thing to an exotic tone to my nose.
In drying it falls almost in gourmand territory, the honey stands out, but the woods and resins scream stronger, and they sign the fragrance in the house of the Orientals.
A warm scent that added with the vanilla and nuances of Oud, is mysterious and opulent as the Arab fragrances. Resulting in the unique balance of excellent usability and originality it seems to distinguish all Fort & Manle perfumes as I reported at the beginning.
Certainly a perfume you should try, if you like oriental.

9.5 / 10


أنا لا أتكلم العربية أنا لا أتكلم العربية أنا لا أتكلم العربية أنا لا أتكلم العربية أنا لا أتكلم العربي




DOMINGO, 1 DE ABRIL DE 2018

Confessions of a Garden Gnome de Fort & Manle " OBRA PRIMA BOTÂNICA "


























Fort & Manle

A Fort & Manle é uma Maison de Parfum cuja filosofia é criar continuamente perfumes de luxo artesanais, ecléticos e muitas vezes excêntricos. Com sede em Melbourne, na Austrália, o perfumista e proprietário Rasei Fort cria fragrâncias maravilhosamente surpreendentes usando principalmente os melhores materiais naturais em bruto (e toques cuidadosamente escolhidos das moléculas de aroma mais eficazes). Como um perfumista autodidata, Fort continuamente faz referências à história e a diversas culturas, incluindo sua rica herança turca, evocando a pompa e a pompa dos impérios da antiguidade.







Ele e o mostro resenhista Luca Turin









“Faz quatro temporadas desde a minha última confissão” - Anônimo

A flor da primavera, o frio do inverno, o sol de verão e o vento de outono só podem ser experimentados por aqueles que se tornaram um só.

O jardim é tudo o que sabemos e aqui permaneceremos.



Confissões de um Gnomo no Jardim presta homenagem a esse robusto gramado de seu quintal, levando-nos ao longo de um ano encantadoramente encantador de um clima em um único jeito ou varias estações, uma experiência que se revela tão criativa e agradável quanto qualquer outra fragrância.

Confessions of a Garden O Gnome apresenta um passeio pela paisagem de aromas alegres: capim espinhoso, cascas de yuzu maduras, com poros oleosos, um buquê de lírio do vale recém-cortado misturado com manga naturalíssimo. 



É uma peça maravilhosa de artesanato, uma experiência perfumada em constante evolução que deve ser usada para ser acreditada. Senhor Gnomo, nós te saudamos.








Quando recebi uma amostra verão passado fiquei maravilhado.
Uma obra prima botânica,a leitura na minha pele abre como uma explosão de cítricos e pimentas,representando os espinhos  e as folhas do jardim secos no calor do verão.
O coração representa as flores e a primavera,recebo um blast de manga,rosa,lirios,com os rastros secos do verão.A primavera chegou.
A secagem com ambâres,ambergris semi  gelidos representam o outono e inverno que castigam o jardim.
É brutalmente sofisticado e natural e virou minha assinatura.





Entrega tudo que representa.
Uma obra prima botânica.























ENGLISH VERSION

Confessions of a Garden Gnome of Fort & Manle "BOTANICAL PREMIUM WORK"









Fort & Manle is a Maison de Parfum whose philosophy is to continuously create handmade, eclectic and often eccentric luxury perfumes. Headquartered in Melbourne, Australia, perfumer and owner Rasei Fort creates wonderfully surprising fragrances using mostly the best raw natural materials (and carefully chosen touches of the most effective aroma molecules). As a self-taught perfumer, Fort continually makes references to history and diverse cultures, including his rich Turkish heritage, evoking the pomp and pomp of the empires of antiquity.







He and  Luca Turin




"It has been four seasons since my last confession" - Anonymous

The flower of spring, the cold of winter, the summer sun, and the autumn wind can only be experienced by those who have become one.



The garden is all we know and we will remain here.











Confessions of a Gnome in the Garden pays tribute to this rugged lawn of your backyard, taking us over a delightfully charming year of a climate in a single way or several seasons, an experience that turns out to be as creative and enjoyable as any other fragrance .

Confessions of a Garden The Gnome presents a landscape of cheerful aromas: prickly grass, ripe yuzu hulls with oily pores, a freshly cut lily bouquet mixed with natural mango.



It is a wonderful piece of craftsmanship, a constantly evolving perfumed experience that must be used to be believed. Lord Gnome, we salute you.










When I received a sample last summer I was amazed.

A botanical masterpiece, the reading on my skin opens like an explosion of citrus and peppers, representing thorns and garden leaves dried in the heat of summer.

The heart represents the flowers and the spring, I receive a blast of mango, rose, lilies, with the dry traces of summer.The spring has arrived.

Drying with ambâres, semi-gelled ambergris represent the autumn and winter that punish the garden.

It is brutally sophisticated and natural and has become my signature.










Deliver everything it represents.

A botanical masterpiece.









DOMINGO, 15 DE ABRIL DE 2018

SÉRIE REI DO SHOW : A CASA Fort & Manle PERFUME 1º Chapéu Roxo do Sr. Bojnokopff's de Fort & Manle " ABRACADABRA"






Declarações inefáveis.

Independente do aroma ,casas,seja na perfumaria de massa,ou na perfumaria indie,ou de nicho ,na parede de todo colecionador assíduo ou aficionado,existirá o tempo que o cansaço da estrada do cheiro começa a pesar,e começamos a enxergar as redundâncias,no meio do universo da perfumaria.
Os aromas não mais nos hipnotizam,aquela  casa do coração não mais  nos empolga,e ficamos em "standy by" aguardando o lançamento de uma nova chegada.Uma chegada abrangente,cheia de criatividade,e que redespertará em você a chama de colecionador.Hoje posso dizer que estou em chamas com a casa Fort& Manle.


Conceito de definição.

"São Petersburgo, por volta de 1897

O chapéu roxo do Sr. Bojnokopff é o título do meu mais elaborado feito de ilusão, que surpreendeu e encantou os espectadores, em massa em anos passados.

Enchendo minha grande cartola de camurça roxa com a mais fina lavanda francesa, baunilha e salgadinhos de chocolate belga, criando uma pequena explosão, resultando em uma espessa nuvem de fumaça branca.


A fumaça se dissipando, meu ato de desaparecimento começa, com as bocas abertas enquanto meu chapéu é tudo o que resta no palco.


Isto agora foi marcado como pretensioso, banal e “do seu tempo”.


Eu sempre preferi um bom gourmand amadeirado de qualquer maneira!"



Seja em efeito ilusório ou não, Rasei me conquistou e embusteceu o cenario é um só.

Rei do Show.( The Greatest Showman)

De origem humilde e desde a infância sonhando com um mundo mágico, P.T. Barnum (Hugh Jackman) desafia as barreiras sociais se casando com a filha do patrão do pai e dá o pontapé inicial na realização de seu maior desejo abrindo uma espécie de museu de curiosidades. O empreendimento fracassa, mas ele logo vislumbra uma ousada saída: produzir um grande show estrelado por freaks, fraudes, bizarrices e rejeitados de todos os tipos.




Bojnokopff foi um dos seis lançamentos originais e tinha um nome muito mais longo; Chapéu Roxo do Sr. Bojnokopff. A decisão de encurtar o nome funcionou para mim porque fui atraído por Bojnokopff, que o nome mais longo talvez não tivesse alcançado. Bojnokopff era um ilusionista fin de siècle do século XIX em São Petersburgo, na Rússia, que usava seu chapéu roxo como parte de seu ato. O Sr. Fort imagina um chapéu onde a fumaça sai dele depois de colocar alguns ingredientes de perfume dentro dele. ( RASEI) 




O perfume 



O primeiro ingrediente em Bojnokopff é a lavanda. Como tentei pela primeira vez, esperava uma descida em direção ao território tipicamente fougere. Com o estilo de má direção de um mágico, em vez de tirar uma samambaia do chapéu, um oud resinoso aparece. A natureza herbácea fresca de lavanda em cima de oud era um truque que me fez sorrir. Em seguida sai do chapéu um chocolate. O chocolate é emparelhado com baunilha suficiente para fazer este não um amargo chocolate escuro, mas um chocolate de leite rico. Esta é outra boa escolha, já que a versão mais cremosa proporciona contraste com a lavanda e o oud. O cedro e o vetiver são o acordo de base para as três palestras a serem concluídas.

Enchendo minha grande cartola de camurça roxa com a mais fina lavanda francesa, baunilha e um rico chocolate belga, criando uma pequena explosão, resultando em uma espessa nuvem de fumaça branca.


A fumaça se dissipando, meu ato de desaparecimento começa, com as bocas abertas enquanto meu chapéu é tudo o que resta no palco. Isto agora foi marcado como pretensioso, banal e “do seu tempo”. Fort e Manle

Uma fragrância de potência delicada, Purple Hat, de Bojnokopff, envolve Oud sagrado em finas e finas fumaças brancas. Para dar uma grande disposição classicamente ocidental.

A combinação de lavanda francesa e baunilha adiciona um golpe de fougere bem educado à composição, enquanto o rico chocolate belga aprofunda o perfume.


Na fase do chocolate  é impossível  não pensar  em Willy Wonka 


Para apoiar o misterioso ponto focal de Oud, Vetiver adiciona uma mancha untuosa, enquanto Guaicwood e Cedarwood dão uma qualidade sombria à fragrância. Fort e Manle

Eu tenho uma pele profunda, sensação de queimação, adstringente, pungente lavanda roxa que suaviza um deleite de chocolate escuro amargo, profundo, ardente e um couro velho, sujo, enegrecido.

Em seguida, elementos escuros e amadeirados, tons resinosos, agarwood (oud) encantam uma madeira guaiac exótica, suja e amadurecida, e uma baunilha sutil leitosa e texturizada.

Eu pego o Lavander, Dark Chocolate, Leather, Baunilha, Agarwood (Oud) e Guaiac Wood, que se abre com uma lavanda com sabão e potente e um chocolate amargo e empoeirado, o lavanda e o chocolate amargo são fortes.

Depois de trinta minutos, o lavanda se dissipa, o chocolate escuro amolece, vem um couro duro, seco e um agarwood escuro mofado (oud), o couro é macio, o agarwood (oud) é suave.






Depois de seis horas o chocolate preto e o couro se dissipam, o oud suaviza, vem uma madeira guaiac defumada e alcatroada, e um vanilal cremoso e doce, a madeira guaiac é suave, a baunilha é macia.

O chapéu roxo do Sr. Bojnokopff é um muito forte, profundo, grosso, ligeiramente calcário, sujeira, nuances picantes e amadeiradas, um toque de pulverulência, unissex fragrância Oriental amadeirada.

Isso seria fantástico no outono e inverno, eu tenho projeção média e boa longevidade, esta é a é uma de minhas preferidas e mais potentes dessa casa, um Gourmand explosivo que dura muito!
Os principais atores aqui são a baunilha, o chocolate, a lavanda e o oud, e as notas amadeiradas acrescentando alguma uniformidade no fundo, principalmente.







5 pergaminhos !!!!!



ENGLISH VERSION 





Fort & Manle Mr. Bojnokopff's Purple Hat




Ineffable statements.



Regardless of the aroma, houses, whether in the mass perfumery, or the indie perfumery, or niche, on the wall of every assiduous or amateur collector, there will be the time that the weariness of the smell road begins to weigh, and we begin to see the redundancies , in the midst of the universe of perfumery.

The aromas no longer hypnotize us, that house of the heart no longer excites us, and we are in "standby by" awaiting the launch of a new arrival. A comprehensive arrival, full of creativity, and that will reawaken in you the flame of collector.Today I can say that I'm on fire with the house Fort & Manle.



Definition concept.



"St. Petersburg, circa 1897

Mr. Bojnokopff's purple hat is the title of my most elaborate illusion, which has astonished and enchanted viewers, en masse in the past.

Filling my great purple suede top with the finest French lavender, vanilla and Belgian chocolate chips, creating a small blast, resulting in a thick cloud of white smoke.


The smoke is dissipating, my act of disappearance begins, with the mouths open while my hat is all that remains on the stage.


This has now been branded as pretentious, banal and "of his time".


I've always preferred a good woody gourmand anyway! "







Whether in illusory effect or not, Rasei conquered me and jeopardized the scenario is one.



King of Show. (The Greatest Showman)



Of humble origin and from childhood dreaming of a magical world, P.T. Barnum (Hugh Jackman) defies social barriers by marrying the father's father's daughter and kicks off the realization of his greatest desire by opening up a kind of museum of curiosities. The venture fails, but he soon envisions a daring exit: producing a great show starring freaks, frauds, bizarre and rejected of all kinds.




Bojnokopff was one of six original releases and had a much longer name; Mr. Bojnokopff's Purple Hat. The decision to shorten the name worked for me because I was drawn to Bojnokopff, which the longer name might not have reached. Bojnokopff was a nineteenth-century fin de siècle illusionist in St. Petersburg, Russia, who wore his purple hat as part of his act. Mr. Fort imagines a hat where the smoke comes out of it after putting some perfume ingredients inside it. (RASEI)


The perfume




The first ingredient in Bojnokopff is lavender. As I tried for the first time, I was expecting a descent toward the typically fougere territory. With a magician's misdirection style, instead of taking a fern out of the hat, a resinous oud appears. The fresh herbaceous nature of lavender over oud was a trick that made me smile. Then a chocolate comes out of the hat. The chocolate is paired with enough vanilla to make this not a bitter dark chocolate, but a rich milk chocolate. This is another good choice, as the creamier version gives contrast to lavender and oud. Cedar and vetiver are the basic agreement for the three lectures to be completed.

Filling my great purple suede top with the finest French lavender, vanilla and a rich Belgian chocolate, creating a small blast, resulting in a thick cloud of white smoke.


The smoke is dissipating, my act of disappearance begins, with the mouths open while my hat is all that remains on the stage. This has now been branded as pretentious, banal and "of his time". Fort and Manle

A delicate power fragrance, Bojnokopff's Purple Hat, surrounds sacred Oud in fine, fine white smoke. To give a great classically western disposition.

The combination of French lavender and vanilla adds a well-mannered fougere scent to the composition, while rich Belgian chocolate deepens the scent.



In the chocolate phase it is impossible not to think about Willy Wonka




To support Oud's mysterious focal point, Vetiver adds a unctuous stain, while Guaicwood and Cedarwood lend a sombre quality to the fragrance. Fort and Manle

I have a deep skin, burning sensation, astringent, pungent purple lavender that softens a bitter, deep, fiery dark chocolate treat and an old, dirty, blackened leather.

Then, dark woody elements, resinous shades, agarwood (oud) enchant an exotic, dirty, ripe guaiac wood, and a subtle milky, textured vanilla.

I pick Lavander, Dark Chocolate, Leather, Vanilla, Agarwood (Oud) and Guaiac Wood, which opens with a lavender soap and potent and a bitter and dusty chocolate, lavender and bitter chocolate are strong.

After thirty minutes, the lavender dissipates, the dark chocolate softens, comes a hard, dry leather and a moldy dark agarwood (oud), the leather is soft, the agarwood (oud) is soft.


After six hours the dark chocolate and the leather dissipate, the oud softens, comes a wood g




SEXTA-FEIRA, 27 DE ABRIL DE 2018

SÉRIE REI DO SHOW : A CASA Fort & Manle PERFUME 4º Maduro Fort & Manle "PARA MIM BASTA O ESSENCIAL "







"Havana, Cuba, por volta de 1961. No advento da maior seca da história cubana, a quantidade de folhas de tabaco colhidas tornou-se cada vez mais escassa. A Reina del Mar, um navio cargueiro que exporta mercadorias para os Estados Unidos continentais, continha apenas uma caixa. dos famosos charutos Cohiba Madurodurante sua viagem inaugural, o melhor e mais refinado medio tiempo de que só a elite e os influentes podiam participar. Era o charuto preferido do El Comandante Castros. O espaço restante no porão de carga estava cheio de engradados. contendo exuberante, fruta tropical. Tragicamente, duas horas para a viagem, o Reina del Mar foi abordado por piratas de Barbados e do navio malfadado foi afundado. até o dia de hoje,a caixa do Maduro nunca foi encontrado. Ninguém sabe se os mil dos 64 charutos mais raros foram saboreados e valeriam um resgate dos Reis hoje. Diz a lenda que está descansando confortavelmente em sono no fundo do mar do Golfo do México. "- uma nota da marca.








Fort & Manle Maduro é melhor caracterizada como uma fragrância doce, frutada e amadeirada, mas isso certamente é um pouco simplista, já que tem uma longa lista de notas, da qual muito pode ser tirado. Os tabacos são certamente um acorde dominante aqui, mas não tão dominante que não faz parte de uma mistura muito mais interessante, composta, principalmente, por meu nariz: maçã, canela, benjoim, vetiver e cedro. Este arranjo de notas é muito harmonioso. Eu sou capaz de apreciar os aspectos cremosos e embriagados do benjoim e do âmbar sem ser perturbado pela baunilha, e sou capaz de detectar maçã e canela sem interferir com o tabaco, e aterrar a fragrância é a combinação de cedro / vetiver, macia e sóbria como o cedro, mas com um leve toque de terra que o vetiver proporciona. Eu não detecto o patchouli, o que é bom, pois muito disso pode arruinar o que eu gosto de Maduro - ou seja, o equilíbrio acima mencionado. Eu também não detecto manjericão. É principalmente uma fragrância inclinada para o clima frio, especialmente o outono, para o qual a maçã e a canela se conjuram nesta temporada, pelo menos na minha parte do mundo. No entanto, a fragrância é reconfortante o suficiente para que possa ser usada o ano todo. O desempenho é muito bom, não tão robusto quanto o Âmbar Absolutamente, mas ainda bastante sólido - uma projeção modesto, mas aparentemente de longa duração.




Há consideráveis ​​momentos cruciais na escrita de perfumes e consideração de que ela começa a mudar e moldar a maneira como você pensa sobre o perfume. Uma mudança em direção ao mais crítico é o que moldou a minha escrita no blog, e para conseguir isso, uma amplitude de perspectiva é exigida.

O exame é seguido, com razão, por questionamentos, e isso me traz grande satisfação ao abordar a base da ética de um crítico de perfumes. Modelos de comunicação destacam a relação entre o emissor e o receptor. Em termos de perfume, o modelo é de perfumista e revisor / usuário, respectivamente. Este modelo, na sua forma mais simples, introduz uma questão rudimentar, mas que vale a pena: quem cria o significado? À primeira vista, é fácil sugerir que é o perfumista que forma o conceito e o canaliza para o perfume, e ainda com uma retrospecção adequada, é claro que o meu papel não é de todo diminuído à luz disso .








Minha opinião é clara: uma extravagante e maximalista toma o estilo amadeirado através de frutas e ervas. Construir um redemoinho exuberante em cima de uma sólida base de tabaco-âmbar-madeira dá Maduro uma qualidade de cima para baixo com uma energia antecipada surgindo da tenacidade fresca e radiante do manjericão anisic, pele de maçã e maçã, e um murmúrio de abacaxi. O que é imperdível é o salgado aveludado mas quente de algo parecido com alcaçuz, combinado com uma ligeira folhagem verde-hera. Essa tensão puxa e sustenta o foco da nota de cima por um período de tempo que é mais incomum para um aroma amadeirado, cintilante e oscilante acima do resto da composição, sem jamais se tornar desconfortável.

Embora não esteja imediatamente presente, o tabaco é o acorde mais importante desta fragrância. É o resultado de um acúmulo. Dentro do coração e da base da composição, vem uma viscosidade esfumaçada que consegue envolver a fruta e a qualidade do alcaçuz herbáceo e aquecido. Isto é particularmente cortesia com um acorde de mel (âmbar, canela, cera de abelha, baunilha) - texturalmente na mesma página que o alcaçuz, ambos receptivos a tons esfumados.







O valioso tempo dos maduros

Contei meus anos e descobri que terei menos tempo para viver daqui para a frente do que já vivi até agora.

Tenho muito mais passado do que futuro.

Sinto-me como aquele menino que ganhou uma bacia de jabuticabas.
As primeiras, ele chupou displicente, mas percebendo que faltam poucas, rói o caroço.
Já não tenho tempo para lidar com mediocridades.

Não quero estar em reuniões onde desfilam egos inflados.

Inquieto-me com invejosos tentando destruir quem eles admiram, cobiçando seus lugares, talentos e sorte.
Já não tenho tempo para conversas intermináveis, para discutir assuntos inúteis sobre vidas alheias que nem fazem parte da minha.
Já não tenho tempo para administrar melindres de pessoas, que apesar da idade cronológica, são imaturos.

Detesto fazer acareação de desafetos que brigaram pelo majestoso cargo de secretário geral do coral.

As pessoas não debatem conteúdos, apenas os rótulos.
Meu tempo tornou-se escasso para debater rótulos, quero a essência, minha alma tem pressa...

Sem muitas jabuticabas na bacia, quero viver ao lado de gente humana, muito humana, que sabe rir de seus tropeços, não se encanta com triunfos, não se considera eleita antes da hora, não foge de sua mortalidade...

Só há que caminhar perto de coisas e pessoas de verdade.
O essencial faz a vida valer a pena.
E para mim, basta o essencial.

PROJEÇÃO:MODERADA
FIXAÇÃO:ÓTIMA
AROMA:9,5





Fort and Manlé Official Commercial from Fort and Manlé Parfum on Vimeo.












ENGLISH VERSION

SERI REI SHOW: THE HOUSE Fort & Manle PERFUME 4th Maduro Fort & Manle "FOR ME ENOUGH THE ESSENTIAL"



"Havana, Cuba, around 1961. At the advent of the greatest drought in Cuban history, the amount of tobacco leaves harvested has become increasingly scarce. Reina del Mar, a cargo ship that exports goods to the continental United States , contained only a box of the famous Cohiba Maduro cigars during its maiden voyage, the best and most refined half-time of which only the elite and the influential could participate.It was the favorite cigar of El Comandante Castros.The remaining space in the cargo hold was filled with crates, containing lush, tropical fruit Tragically, two hours into the trip, the Reina del Mar was approached by pirates of Barbados and the ill-fated ship was sunk to this day, Maduro's box was never found. knows that the thousand of the rarest 64 cigars were savored and would be worth a ransom of the Kings today. Legend has it that it is resting comfortably in sleep on the bottom of the Gulf of Mexico sea. "







Fort & Manle Maduro is best characterized as a sweet, fruity and woody fragrance, but this is certainly somewhat simplistic, since it has a long list of notes, from which much can be drawn. Tobacco is certainly a dominant chord here, but not so dominant that it is not part of a much more interesting mix, composed mainly of my nose: apple, cinnamon, benzoin, vetiver and cedar. This arrangement of notes is very harmonious. I am able to appreciate the creamy and intoxicating aspects of benzoin and amber without being disturbed by vanilla, and I am able to detect apple and cinnamon without interfering with tobacco, and to land the fragrance is the combination of cedar / vetiver, soft and sober like cedar, but with a slight touch of earth that vetiver provides. I do not detect the patchouli, which is good, as a lot of it can ruin what I like Maduro - that is, the above-mentioned balance. I do not detect basil either. It is mostly a fragrance inclined to cool weather, especially autumn, for which apple and cinnamon conjure up this season, at least in my part of the world. However, the fragrance is comforting enough that it can be worn year-round. Performance is very good, not as robust as Amber Absolutely, but still quite solid - a modest but seemingly long-lasting projection.





There are considerable crucial moments in the writing of perfumes and consideration that it begins to change and shape the way you think about the perfume. A shift towards the most critical is what shaped my blog writing, and to achieve this, a breadth of perspective is required.

The examination is rightly followed by questioning, and this brings me great satisfaction in addressing the ethical basis of a perfume critic. Communication models highlight the relationship between the sender and receiver. In terms of perfume, the model is perfumer and reviewer / user, respectively. This model, in its simplest form, introduces a rudimentary question, but it is worth it: who creates the meaning? At first glance, it is easy to suggest that it is the perfumer who forms the concept and channels it for the perfume, and yet with proper hindsight, it is clear that my role is not at all diminished in the light of it.




My opinion is clear: an extravagant and maximalist takes the woody style through fruits and herbs. Building a lush swirl over a solid tobacco-amber-wood base gives Maduro a top-down quality with an anticipated energy arising from the fresh and radiant tenacity of anisic basil, apple and apple skin, and a pineapple murmur. What is unmissable is the velvety but hot salty of something resembling licorice, combined with a light green ivy foliage. This tension pulls and sustains the focus of the top note for a period of time that is more unusual for a woody, scintillating and fluttering aroma above the rest of the composition, without ever becoming uncomfortable.

Although not immediately present, tobacco is the most important chord of this fragrance. It is the result of an accumulation. Inside the heart and the base of the composition, comes a smoky viscosity that manages to wrap the fruit and the quality of the herbaceous and heated licorice. This is particularly complimentary with a chord of honey (amber, cinnamon, beeswax, vanilla) - texturally on the same page as licorice, both receptive to faded tones.









The valuable time of the mature



I counted my years and found that I will have less time to live from what I have lived so far.



I have much more past than future.



I feel like that boy who won a bowl of jaboticaba.

The first ones, he sucked offhandedly, but realizing that there are few left, it hurts the lump.

I no longer have time to deal with mediocrity.



I do not want to attend meetings where inflated egos show off.



I am troubled by envy trying to destroy what


QUINTA-FEIRA, 19 DE ABRIL DE 2018

SÉRIE REI DO SHOW : A CASA Fort & Manle PERFUME 2º Amber Absolutely Fort & Manle " IMPRESSIONANTEMENTE CRU E INDECENTE "







Zendaya faz uma trapezista no segundo papel de sua carreira em Hollywood em Rei do Show.
Ela é misteriosa quente e romântica assim como Amber Absolutely.







Embora não goste de âmbar,não são minha xicará de chá,esse me balançou ,um dos melhores da casa,ríquíssimo.Desde Oud 777 algo não me balançava.




Como uma mariposa para uma chama, ele é cativado, fascinado pelo aroma inebriante.
Um brilho dourado de mel paira tornando-se muito atraente para resistir.
Excusando charme e graça, permite-lhe perscrutar uma janela para o passado.
 quente ao toque, quase reconfortante.
Allure se transforma em perigo. A armadilha está definida.
Agora se desdobra o drama mais antigo da natureza. Predador contra presa.
Entrincado, sepultado. Ele se torna um com seu anfitrião e agora é o troféu.



Âmbar Absolutamente, a leitura abre  na minha  pele com uma abundante abundância de ameixa de dar água na boca,muito natural , a riqueza do acorde frutado introdutório é quase embriagado até certo ponto. Honestamente falando, delicioso é um eufemismo para descrever esta introdução. Com cerca de 20 segundos começo a experimentar o que percebo como a infusão de ameixa em um véu de âmbar esfumaçado sem pontas soltas, com resinas adocicadas elevando a riqueza dessa mistura opulenta no coração a outro nível dos âmbares. A base de longa duração apresenta um lindo cedro que une tudo para formar o que ousarei proclamar como a oferta mais poderosa do impressionante catálogo de perfumes Fort & Manle. O layout desta mistura mostra todos os belos aspectos do que a fragrância ambarina perfeita deve ser, A Fort & Manle entregou um acordo âmbar da mais alta qualidade, rico, opulento mas um tanto lúdico, projetando calor e sedução simultaneamente. Eu tentei tantos perfumes ambarinos ao longo da minha jornada de fragrâncias, mas muito poucos conseguiram me impressionar tanto quanto Amber Absolutamente.



"Uma nota inesperadamente surpreendente de rosa consegue sentir tanto exuberante e espinhoso, como emendas de vetiver cruas e picantes com madeira de cedro robusta para entregar uma mordida poderosa quando menos se espera."

Amantes de âmbar, vocês vão cair de ponta-cabeça para este elixir rico, criativo e feroz. E aqueles que normalmente fogem dos aromas ambarinos doces - talvez seja hora de experimentar um âmbar com algumas presas.Must  Have.




5 pergaminhos.

* ALTA PROJEÇÃO 
*TEMPO FRIO


DOMINGO, 15 DE ABRIL DE 2018

CADERNO DE POESIAS CAPITULO 3: A CASA Fort & Manle "TEMPESTIVO "



Declarações inefáveis.

Independente do aroma ,casas,seja na perfumaria de massa,ou na perfumaria indie,ou de nicho ,na parede de todo colecionador assíduo ou aficionado,existirá o tempo que o cansaço da estrada do cheiro começa a pesar,e começamos a enxergar as redundâncias,no meio do universo da perfumaria.
Os aromas não mais nos hipnotizam,aquela  casa do coração não mais  nos empolga,e ficamos em "standy by" aguardando o lançamento de uma nova chegada.Uma chegada abrangente,cheia de criatividade,e que redespertará em você a chama de colecionador.Hoje posso dizer que estou em chamas com a casa Fort& Manle.






Do Conceito e a Definição

A Fort & Manle é uma Maison de Parfum cuja filosofia é criar continuamente perfumes de luxo artesanais, ecléticos e muitas vezes excêntricos. Com sede em Melbourne, na Austrália, o perfumista e proprietário Rasei Fort cria fragrâncias surpreendentemente deliciosas usando principalmente os melhores materiais naturais em bruto (e toques cuidadosamente escolhidos das moléculas de aroma mais eficazes). Como um perfumista autodidata, Fort continuamente faz referências à história e a diversas culturas, incluindo sua rica herança turca, evocando a pompa e a dos impérios da antiguidade.







Recebido o kit   tenho as impressões de todos os jogadores até o momento.
Mas confesso estou tão encantado que precisarei abrir uma série apenas dessa casa ,revisando perfume por perfume. Aqui serão apenas as impressões iniciais quando da sua chegada.


Mr. Bojnokopff`s Purple Hat























Em breve..............









SEXTA-FEIRA, 20 DE ABRIL DE 2018

SÉRIE REI DO SHOW : A CASA Fort & Manle PERFUME 3º Charlatan Fort & Manle "LOUCO AMOR "











Arlequina (Harley Quinn, no original em Inglês), cujo nome real é Harleen Frances Quinzel, é uma personagem fictícia da DC Comics que comumente aparece como inimiga do super-herói Batman no Universo DC. Ela foi criada por Paul Dini e Bruce Timm para a série animada de televisão Batman: A Série Animada, aparecendo pela primeira vez no episódio "Jokers Favor" ("Um Favor para o Coringa"), que foi ao ar em setembro de 1992.Arlequina é frequentemente cúmplice e companheira amorosa do vilão Coringa, o qual ela conheceu enquanto trabalhava como psiquiatra no Asilo Arkham, onde o Coringa era paciente. A origem de Arlequina é contada no quadrinho "Mad Love" ("Louco Amor"), de fevereiro de 1994. Seu nome foi baseado no arlequim, com a intenção de ser um trocadilho ao seu nome original, Harleen Quinzel.



O PERFUME  



Grandes começos. Pastos verdes são abundantes.


Planos chocados, ideais, mapas, metas, tonalidade cor de rosa, sonhos utópicos ... felicidade.


Mesas viradas. Falso de inverdades. Óleo de cobra, feijão de Jack, miragem inatingível.


Desfiando o fio. Caixa de Pandora. Ninhada melancólica. Descida cinza.


Se eu não posso tê-la ... então ninguém vai.









Charlatan  é deliciosamente " louco".
A leitura abre na minha pele como se fossem jardins indianos, na orla da selva. Rosas florescem, abençoadas com chuvas freqüentes. o rico aroma de frutos silvestres está denso no ar úmido. Um leopardo ronda a sua presa na vegetação rasteira e o cheiro da terra úmida e madura está em toda parte. Vida abundante. Agora tendo o benefício de ler a pirâmide de notas aqui, eu entendo que esta luxuosa obra de arte floral tem uma rosa opulenta que é de frente e centro na composição, mas que é mais doce e mais densa devido às notas de pêra e chocolate. O coração de Charlatan cheira a banana verde. Um aroma de carboidratos não maduro; fresco, verde e ligeiramente calcário. Quando vi a pirâmide de anotações, percebi que estava sentindo o cheiro de tuberosa. Tuberosa é a nota que dá à Orquídea Negra de Tom Ford seu aspecto grandioso e ligeiramente terreno e, embora não seja usada nas mesmas proporções em Charlatan, certamente acrescenta grandeza, da mesma forma que  o oud faz. Para o meu nariz, acrescentando também a profundidade e plenitude dos florais é osmantos na base. Osmanthus tem uma sensação rica e perfumada de laranja quando diluída, mas quando você sente o cheiro do óleo essencial, ele cheira a um couro floral. Aqui, de alguma forma, torna os florais mais em 3D ou 4K são nítidos e definitivamente adiciona um aspecto de couro a toda a composição. Quando a fragrância seca, deixa um rastro amadeirado de madeira de sândalo, âmbar e baunilha maravilhoso. O Charlatan é para os amantes de flores densas e orientais e irá agradar aos amantes de rosas de ambos os sexos. Para mim, é um perfume de fantasia e imediatamente evoca imagens impressionantes na minha mente do exótico, do grandioso e do esplêndido do amor louco  ,da  Arlequina. São palácios, são animais selvagens. São cigarras cantando em um tom ensurdecedor no dossel da árvore e é romance em uma terra estrangeira.Na noite de amor  com Joker Arlequina usou isso talvez.





 O charlatão, um conto de sedução, engano, traição e pecado, 






ENGLISH VERSION 

Charlatan Fort & Manle

MAD LOVE !!!!!!!!!!!!







Arlequina (Harley Quinn), whose real name is Harleen Frances Quinzel, is a fictional DC Comics character who commonly appears as the enemy of the superhero Batman in the DC Universe. It was created by Paul Dini and Bruce Timm for the animated television series Batman: The Animated Series, appearing for the first time in the episode "Jokers Favor", which aired in September 1992. Harlequin is often an accomplice and loving companion to the villain Joker, whom she met while working as a psychiatrist at Arkham Asylum, where the Joker was patient. The origin of Arlequina is told in the comic strip "Mad Love", of February of 1994. Its name was based on the harlequin, with the intention of being a pun on its original name, Harleen Quinzel.



THE PERFUME






Great beginnings. Green pastures are abundant.


Shocked planes, ideals, maps, goals, pink tonality, utopian dreams ... happiness.


Tables facing. False of untruths. Snake oil, Jack bean, unattainable mirage.


Undo the wire. Pandora's box. Mellow litter. Descent gray.


If I can not have it ... then no one will.




Charlatan is deliciously "crazy".
The reading opens on my skin as if they were Indian gardens, on the edge of the jungle. Roses bloom, blessed with frequent rains. the rich aroma of wild berries is dense in moist air. A leopard round its prey in the undergrowth and the smell of damp, ripe earth is everywhere. Abundant life. Now having the benefit of reading the note pyramid here, I understand that this luxurious floral artwork has an opulent rose that is front and center in composition but which is sweeter and denser due to pear and chocolate notes. Charlatan's heart smells like a green banana. An aroma of unripe carbohydrates; fresh, green and slightly limestone. When I saw the note pyramid, I realized I was smelling tuberose. Tuberose is the note that gives the Tom Ford Black Orchid its grandiose and slightly earthy appearance, and although it is not used in the same proportions in Charlatan, it certainly adds greatness, just as the oud does. For my nose, adding also the depth and fullness of the flowers is the mound at the base. Osmanthus has a rich, fragrant orange feel when diluted, but when you smell the essential oil, it smells like a floral leather. Here, in some ways, makes the florals more in 3D or 4K are sharp and definitely adds a leather look to the entire composition. When the fragrance dries, leaves a woody trail of sandalwood, amber and wonderful vanilla. The Charlatan is for lovers of dense and oriental flowers and will please lovers of roses of both sexes. To me, it's a fancy scent and immediately conjures up stunning images in my mind of the exotic, grand, and splendid mad love of Harlequin. They are palaces, they are wild animals. They are cicadas singing in a deafening tone in the tree canopy and it is romance in a foreign land. On the night of love with Joker Arlequina used that perhaps.






 The charlatan, a tale of seduction, deceit, treachery, and sin,

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

The Spirit of Dubai By Nabeel I A MELHOR CASA DE NICHO DO MUNDO I resenhas de alguns perfumes dessa mitológica casa

A Alta floresta de um  garimpador. O ULTRA NICHO Com um tempo sólido  na perfumaria,deveras chegará uma hora que você se sente enfastiado,a maioria das garrafas ou amostras que chega em seu nariz,falam mais do mesmo,com um retoque ali,aqui,pois até mesmo a perfumaria  de nicho sofre por redundâncias,mercado,materiais sintéticos, uma  infinidade de fatores desestimulantes para o ávido colecionador.Na qual chamo de "paradoxo do nazo cansado" rsrs. Sem falar de casa que prega exclusividade e cobram preços estratosféricos,matérias primas altamente naturais (markentig ) por algo que nem compensa na verdade. Frascos extraordinários mas não se equivalem ao suco dentro dele. Mas minha experiencia com a casa The Spirit of Dubai By Nabeel,foi diferente,na minha opinião valem o que custam e nessa abordagem superficial falarei de alguns dessa casa que considero uma das melhores da perfumaria de nicho. Apertem os cintos. Majalis U

Oud For Greatness Eau de Parfum by Initio Parfums

Oud For Greatness Eau de Parfum by Initio Parfums Entusiasmada pela idéia de moléculas olfativas que desencadeiam atrações e impulsos, a Initio Parfums homenageia essa dimensão sobrenatural e científica com sua coleção hipnótica de fragrâncias. Oud Pela Grandeza marca o início de uma nova era na perfumaria,talvez meu argumento seja discutível,e cheio de viés que viabilizará consigo mais redundâncias,mas o que quero expressar é o novo hype que está causando grande celeuma lá fora.O conceito de "geometria sagrada", a inspiração por trás de Oud For Greatness, é que os símbolos e motivos recorrentes - incluindo o perfume sagrado do oud - são tão poderosos e sagrados que estão imbuídos dessas conexões ocultas com o mundo em geral, transcendendo o mundo e o plano material para alinhar aqueles que o cheiram com as vibrações do universo. Um oud esfumaçado ,super original e com apelo para as massas , viciante,intoxicado, uma fragrância que irá satisfazer aqueles em busca de

Acqua Decima Eau D'Italie

  Alberto Morilas reina absolutamente no reino das fragrâncias verdes e frescas. Inspirado na comemoração dos cinquenta anos do Hotel Le Sirenuse em Positano,Acqua Decima Eau D'Italie é a viagem olfativa mais definida de um verão em Positano. Cantarola em minha pele com tangerina de Amalfi, hortelã e limões,a viagem é mágica e surreal para as falésias da Costa e ao Golfo de Sorrento. Conforme evolui desembrulha uma das mais lindas bergamotas já colhidas,a casca e a polpa,e tudo é fotorealista. O neroli evolui na secagem,assinando o leve toque floral,juntamente com a hedione (jasmin). Linear,profundo,ridículamente artístico,macio; termina verde amadeirado,com leves nuances Florais. Lhe apresento o novo Rei do Verão; o nome dele é Acqua Decima Eau D'Italie ,a maior e melhor interpretação da Costa Amalfitana! 12/10