Pular para o conteúdo principal

Panthea Eau de Parfum por Stephane Humbert Lucas 777 Série Descortinando o Ateliê de Stéphane; 4º decifrando o código 777 :






Stéphane Humbert Lucas 777 ⋅ Panthea 
Eau de Parfum ⋅

"Panthea é a deusa de todas as coisas - puro, branco e místico"

Esta fragrância também consiste em ingredientes brancos: flores brancas, incluindo dois tipos de jasmim, bem como íris, sândalo, chá branco, almíscar branco e patchouli. A fragrância apresenta inicialmente uma nota cítrica e depois se aprofunda em uma sedução sutil e elegante.











Como você imagina o cheiro do céu? Esqueça a especificidade da religião e se concentre apenas no conceito geral: um paraíso de branco perolado acima das nuvens, limpo e envolvente, misterioso e sublimamente feliz. Este é o aroma de Panthea, uma adição fresca, feminina e inspirada pela íris para a série 777, imbuída de um sentimento de graça quase transcendente.








O Panthea é definitivamente uma fragrância bem-feita, muito bonita, e Stephen Humbert Lucas claramente tem  habilidade, mas não sei como  ele conseguiu o cheiro que ele conseguiu aqui com os ingredientes listados. Ele pode ser o mestre da abstração. 


Pathea abre com uma sensação energética de frescura, equilibrando a suculenta suculência do tangerina contra o brilho da pimenta rosa com um chá branco brilhantemente liso que fornece um pano de fundo prístino. O coração da íris tem muitos caracteres florais em pó, mas também uma suavidade que evita tons de raízes ou terra em favor de deliciosas flores brancas e muskiness. Um delicado equilíbrio de madeiras leves, tonka e patchouli emprestam longevidade sem granel, o perfume é sem peso por toda parte. Passe um dia nas nuvens com Panthea - duvido que você  queira voltar para a Terra.


Panthea abre na minha pele com uma bergamota viva, gelada e limonada dentro de uma nuvem de jasmim. Para mim, não cheira como jasmim real, mas sim, hedione , um material fresco, limpo, legal, lemony, perfumado com jasmim, muito amado por Jean-Claude Ellena por sua limpeza e frescura verde-tingidas.Na verdade, eu apostaria dinheiro que Panthea tem alguma hedione nele, se não muito. A hedione é parcialmente responsável pelas manchas de verde dentro da nuvem floral de Panthea, mas também aposto que a folha violeta também desempenha um papel.








Outras notas seguem o exemplo. Há as frutas geladas, ligeiramente picante e frutadas de grãos de pimenta cor de rosa, e pequenas folhas de um violeta em pó, um pouco de batom, bem como o verde mais limão de uma nota de folha violeta e bastante penetrante. As três coisas são menores em comparação com os aromas limpos, frios, pedregosos e imensamente ensaboáveis ​​de íris que explodem no centro do palco após apenas um minuto ou dois. Torna-se uma parte central do buquê, enrolado em torno da nítida, limão "jasmim" / hedione e a bergamota branda como os impulsos de direção do bouquet de abertura de Panthea. Acabar com coisas são algumas poucas fatias de madeira vaga e de sândalo e, em seguida, um cobertor espesso de lavanda com almíscar branco limpo.

Quando cheirava de longe, Panthea assemelha-se fortemente a um sabão floral caro combinado com um caro shampoo floral-cítrico, algumas gotas de doçura indeterminada de baga vermelha e uma cintilação de madeira ondulada indeterminada.






"O mais bonito floral fresco que me lembra o sabão mais luxuoso já criado. Isso não é nada ruim. "Se você quer sentir o mesmo, experimente o Panthea para si mesmo.

4 pergaminhos.




ENGLISH VERSION 


Stéphane Humbert Lucas 777 ⋅ Panthea

Eau de parfum

"Panthea is the goddess of all things - pure, white and mystic"

This fragrance also consists of white ingredients: white flowers including two types of jasmine, as well as iris, sandalwood, white tea, white musk and patchouli. The fragrance initially presents a citrus note and then delves into a subtle and elegant seduction.









do you imagine the smell of heaven? Forget the specificity of religion and focus only on the general concept: a paradise of white pearly above the clouds, clean and engaging, mysterious and sublimately happy. This is the aroma of Panthea, a cool, feminine, iris-inspired addition to the 777 series, imbued with a near-transcendent sense of grace.





The Panthea is definitely a well-made, very beautiful fragrance, and Stephen Humbert Lucas clearly has skill but I do not know how he got the scent he got here with the listed ingredients. He can be the master of abstraction.





Pathea opens with an energetic sense of freshness, balancing juicy tangerine juiciness against the glow of pink pepper with a brilliantly smooth white tea that provides a pristine backdrop. The heart of the iris has many floral characters in powder but also a softness that prevents tones of roots or earth in favor of delicious white flowers and muskiness. A delicate balance of light woods, tonka and patchouli lend longevity without bulk, the scent is weightless everywhere. Spend a day in the clouds with Panthea - I doubt you want to return to Earth.



Panthea opens on my skin with a bergamot alive, chilled and lemonade inside a cloud of jasmine. For me, it does not smell like real jasmine, but rather, hedione, a fresh, clean, cool, lemony, fragrant with jasmine, much loved by Jean-Claude Ellena for its clean and crisp greenness.In fact, I would bet money that Panthea has some hedione in it, if not a lot. The hedione is partly responsible for the patches of green within the floral cloud of Panthea, but I also bet that the violet leaf also plays a role.







Other notes follow suit. There are the frosty, slightly spicy and fruity fruits of pink peppercorns, and small leaves of a violet powder, a little lipstick as well as the lime green of a violet note and quite penetrating. The three things are smaller compared to the clean, cold, stony, and immensely soothed scents of irises that explode in the center of the stage after only a minute or two. It becomes a central part of the bouquet, wrapped around the crisp, jasmine / hedione lemon and the bergamot bland as the direction pulses of the panthea opening bouquet. Do away with things are a few slices of waxy wood and sandalwood and then a thick blanket of lavender with clean white musk.


When smelled from afar, Panthea resembles heavily an expensive floral soap combined with an expensive floral-citrus shampoo, a few drops of indeterminate sweetness of red berry, and an indeterminate undulating wood scintillation.



"The most beautiful fresh floral that reminds me of the most luxurious soap ever created, that's not bad at all." If you want to feel the same, try Panthea for yourself.



4 scrolls.

Sobre o Google TradutorComunidadeCelularSobre o GooglePrivacidade e TermosAjudaEnviar feedback




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

The Spirit of Dubai By Nabeel I A MELHOR CASA DE NICHO DO MUNDO I resenhas de alguns perfumes dessa mitológica casa

A Alta floresta de um  garimpador. O ULTRA NICHO Com um tempo sólido  na perfumaria,deveras chegará uma hora que você se sente enfastiado,a maioria das garrafas ou amostras que chega em seu nariz,falam mais do mesmo,com um retoque ali,aqui,pois até mesmo a perfumaria  de nicho sofre por redundâncias,mercado,materiais sintéticos, uma  infinidade de fatores desestimulantes para o ávido colecionador.Na qual chamo de "paradoxo do nazo cansado" rsrs. Sem falar de casa que prega exclusividade e cobram preços estratosféricos,matérias primas altamente naturais (markentig ) por algo que nem compensa na verdade. Frascos extraordinários mas não se equivalem ao suco dentro dele. Mas minha experiencia com a casa The Spirit of Dubai By Nabeel,foi diferente,na minha opinião valem o que custam e nessa abordagem superficial falarei de alguns dessa casa que considero uma das melhores da perfumaria de nicho. Apertem os cintos. Majalis U

Oud For Greatness Eau de Parfum by Initio Parfums

Oud For Greatness Eau de Parfum by Initio Parfums Entusiasmada pela idéia de moléculas olfativas que desencadeiam atrações e impulsos, a Initio Parfums homenageia essa dimensão sobrenatural e científica com sua coleção hipnótica de fragrâncias. Oud Pela Grandeza marca o início de uma nova era na perfumaria,talvez meu argumento seja discutível,e cheio de viés que viabilizará consigo mais redundâncias,mas o que quero expressar é o novo hype que está causando grande celeuma lá fora.O conceito de "geometria sagrada", a inspiração por trás de Oud For Greatness, é que os símbolos e motivos recorrentes - incluindo o perfume sagrado do oud - são tão poderosos e sagrados que estão imbuídos dessas conexões ocultas com o mundo em geral, transcendendo o mundo e o plano material para alinhar aqueles que o cheiram com as vibrações do universo. Um oud esfumaçado ,super original e com apelo para as massas , viciante,intoxicado, uma fragrância que irá satisfazer aqueles em busca de

Acqua Decima Eau D'Italie

  Alberto Morilas reina absolutamente no reino das fragrâncias verdes e frescas. Inspirado na comemoração dos cinquenta anos do Hotel Le Sirenuse em Positano,Acqua Decima Eau D'Italie é a viagem olfativa mais definida de um verão em Positano. Cantarola em minha pele com tangerina de Amalfi, hortelã e limões,a viagem é mágica e surreal para as falésias da Costa e ao Golfo de Sorrento. Conforme evolui desembrulha uma das mais lindas bergamotas já colhidas,a casca e a polpa,e tudo é fotorealista. O neroli evolui na secagem,assinando o leve toque floral,juntamente com a hedione (jasmin). Linear,profundo,ridículamente artístico,macio; termina verde amadeirado,com leves nuances Florais. Lhe apresento o novo Rei do Verão; o nome dele é Acqua Decima Eau D'Italie ,a maior e melhor interpretação da Costa Amalfitana! 12/10